Assembleia Legislativa de São Paulo aprova distribuição de absorventes íntimos a alunas de escolas públicas estaduais

A advogada Dra. Damaris Moura passou a dedicar boa parte do seu tempo no combate à violência contra as mulheres há quase 20 anos, ao entrar em um projeto da Igreja Adventista do Sétimo Dia de prevenção ao abuso sexual e à violência doméstica. Depois, levou a ação para a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Agora, já como deputada estadual pelo PSDB, ela se tornou presidente da Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher da Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp), em que tenta dar visibidade ao tema de proteção feminina e de outros grupos fragilizados em um meio tão masculino e polarizado como a Alesp. E garante que está sendo bem sucedida, com bom trânsito entre a esquerda e a direita.

Neste mês vai se iniciar a capacitação de professores da rede pública para identificação e prevenção de situações de violência e abuso sexual dentro das famílias, a partir de um projeto dela sancionado pelo Governo de São Paulo em 2021. “Serão 40 horas de curso, que vão tratar de aspectos psicológicos, legais e também de rede de proteção. Porque, se você identifica, você tem que saber para onde encaminhar essa criança”, explica a parlamentar.

Leia mais em: https://www.gazetasp.com.br/estado/dra-damaris-moura-isolamento-social-sempre-acirra-a-violencia/1107044/

Escreva um comentário